ESPAÇO ÁRVORE: IMPLANTAÇÃO EM NOVOS PRÉDIOS PÚBLICOS

O espaço árvore busca a requalificação e qualidade do espaço urbano, incentivando o deslocamento a pé através das sombras, garantindo maior permeabilidade do solo e melhoria na paisagem urbana.

As calçadas dos espaços públicos, devem ter no mínimo 2,5 metros de largura e o espaço árvore deve ter largura L =40% da largura da calçada e o seu comprimento C = 2 x L (o dobro da largura).

Em setembro de 2018, a prefeitura do Município de Votuporanga instituiu por Lei a obrigatoriedade deste espaço permeável nos prédios públicos próprios. No total a administração pública possuí 90 prédios públicos próprios, onde está sendo implementado o espaço árvore.

 Cada espaço consiste de um exemplar arbóreo nativo, grama do tipo esmeralda, para promover a permeabilidade do solo, e também uma placa indicativa com os dados do local.

Os canteiros possuem dimensões necessárias para que a espécie cresça e se desenvolva de modo que as raízes tenham mais espaço para absorver maior quantidade de água de chuva, favorecendo assim com uma área mais sombreada e diminuindo a temperatura consideravelmente, promovendo um conforto térmico para todos que ali frequentam.

As vantagens do Espaço Árvore são muitas. Entre outros, aumento da infiltração da água no solo; minimização dos problemas relacionados à impermeabilização do sol; retenção de resíduos e infiltração da água da chuva no solo; aumento da fixação da base da árvore; reabastecimento do lençol freático e do embelezamento da cidade.


Compartilhar