SOFTWARE REALIZA A MEDIÇÃO DO CENSO ARBÓREO DO MUNICÍPIO DE VOTUPORANGA

A cobertura vegetal arbórea, através de suas funções ecológicas, econômicas, estéticas e recreativas assume lugar de destaque e podem desempenhar importante papel na melhoria da qualidade ambiental e devida das populações urbanas, como: conforto térmico, equilíbrio do ciclo hidrológico, amenização da poluição sonora, visual e do ar, quebra da artificialidade do meio urbano, entre outras. Apesar de toda a importância ressaltada, a maior parte das cidades brasileiras sofre com os baixos índices de cobertura vegetal e com a sua distribuição irregular.
         A autarquia SAEV Ambiental, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Campus Votuporanga, durante o ano de 2.018, desenvolveram um software que efetua a medição da cobertura vegetal do Município de Votuporanga.
A busca por parcerias facilita o desenvolvimento de muitas atividades e proporciona ainda benefícios para ambas as partes, onde o programador pode desenvolver seu software com toda estrutura necessária e a administração poder agora contar com um programa que realiza os cálculos da cobertura vegetal de forma concisa e eficaz.
      O software é capaz ainda de realizar a cobertura vegetal de um determinado perímetro, fornecendo com precisão a porcentagem relativa a arborização urbana ou somente a porcentagem das áreas verdes existentes no Município. Através do cruzamento dos dados fornecidos pelo programa, foi possível elevar a porcentagem de cobertura vegetal do município dentro de perímetro urbano. Os dados mais recentes apontaram 32% de cobertura vegetal no perímetro urbanizado de Votuporanga. Com a utilização desse sistema, há possibilidade de aumentar a diversidade biológica na cidade e priorizar áreas carentes de espécies arbóreas.
Entre os comandos existentes é possível também efetuar o cálculo da porcentagem faltante para completar os 50% de cada quadrante de projeção de copa na qual é exigida como critério de pontuação no item AU 8, na diretiva de arborização urbana, do Programa Município Verde Azul, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente